FGV Jr.

organização do caixa e da empresa no início de ano

Com o fim de ano, também chegam diversas despesas e custos que devem ser muito bem planejados para que o caixa da empresa não seja impactado. Na organização do caixa e da empresa, algumas das despesas que devem ser pensadas com antecedência para não gerarem um fluxo preocupante logo no começo do ano.  O ano novo pode ser um momento estressante para muitos e, por isso, a FGV Jr. separou dicas e orientações para ajudar a sua empresa a ter uma boa virada.

  • Avaliar suas contas mensais

É extremamente importante ter em mente como anda a saúde financeira de sua empresa. No final do ano, quando os gastos são maiores, torna-se deveras importante saber o faturamento e o lucro da empresa. Esse momento, mais do que tudo, se torna ideal para reavaliar a atual posição da empresa e apostar na organização. Dessa forma, analise seus custos fixos e variáveis, renegocie contratos e busque melhores termos com fornecedores.

  • Reserva do 13°

Uma boa estratégia para ter um pagamento do 13° eficiente é ter um controle anual desse gasto e, dessa forma, criar reservas para não ter um custo extra no final do ano, mas sim um custo mais diluído anualmente. Dessa maneira, o 13° poderá ser pago em apenas uma parcela em vez de duas, o que é bom para o seu planejamento financeiro, para sua organização e para a motivação dos colaboradores. De qualquer forma, é importante conhecer o funcionamento do seu caixa para saber qual opção é melhor para a sua empresa, uma vez que a parcela única é feita com mais antecedência.

  • Confraternização de fim de ano

Algo que muitas vezes não é considerado impactante para o caixa no período do final do ano é a confraternização da equipe. Esse evento é muito importante para aumentar a motivação dos colaboradores, mas não deve desregular seu caixa. Para isso, é extremamente importante haver um planejamento, envolvendo o número de convidados, número de acompanhantes, o que será oferecido, entre outros fatores. Para o contexto de pandemia, a confraternização segue alguns caminhos diferentes, como um evento online ou a substituição do evento por um vale compras.

  • Organize as férias coletivas da empresa

As férias coletivas devem ser muito bem pensadas na empresa, elas podem ser dividas por equipes, a empresa toda, entre outros formatos. De qualquer forma, será um momento em que as atividades da empresa serão interrompidas ou reduzidas drasticamente, logo, exige uma boa organização. De acordo com a atual legislação trabalhista, o colaborador deve receber o valor das férias até 1 dia antes do início das férias. Ou seja, todos os funcionários receberão no mesmo dia, representando a retirada de uma grande soma das suas contas bancárias. Portanto, o fluxo de caixa deve ser bem preparado com projeções de pagamentos para cada funcionários.

  • Controle de estoque

No fim de ano, é comum haver um aumento nas vendas, porém é importante fazer a análise de quais produtos devem ser adquiridos de forma madura para não cometer excessos. Produtos em estoque não serão convertidos em lucro imediatamente, logo, podem representar um mau investimento de capital, já que poderia ter sido investido para cobrir outros gastos de fim de ano.

  • Cobre clientes inadimplentes

Visando obter um extra na receita, é possível aproveitar o 13° que será recebido pelos clientes inadimplentes. Dessa forma, uma ação de cobrança de clientes inadimplentes pode trazer mais recursos para a empresa, o que será extremamente benéfico no período de ano novo. Oferecer benefícios para os clientes que quitarem suas dívidas na época de final de ano pode ser um ótimo incentivo que trará resultados para o seu caixa.

  • Planejamento para o ano seguinte

Vale a pena ser ressaltado que o ano novo não é o final de uma empresa, portanto é importante lembrar que Janeiro também trará novos gastos e responsabilidades. Assim sendo, fechar o ano com um caixa baixo pode comprometer o início de um novo ano.

Dessa maneira, será possível contornar qualquer impacto causado no caixa pelos gastos de final de ano. Além disso, o conteúdo apresentado nesse blog ressalta a importância de um bom planejamento estratégico e organização no final de ano, porém vale sempre lembrar que um bom planejamento estratégico é sempre necessário dentro de uma empresa. Para mais conteúdos que ajudem a sua empresa a continuar no equilíbrio, continue acompanhando as postagens da FGV Jr.

× Como posso te ajudar?