FGV Jr.

4 passos para abrir uma empresa

O espírito empreendedor é algo que está dentro de muitos brasileiros, entretanto, este ímpeto para abrir o seu negócio pode ser facilmente extinguido ao se deparar com a complexidade dos processos de abertura de uma empresa. Por isso, este texto foi pensado como uma forma de auxílio as pessoas que possuem o sonho de serem donas do seu próprio empreendimento, para que as etapas de como constituir uma empresa sejam mais definidas e esclarecer que o processo de uma abertura de uma empresa pode ser fadado ao fracasso caso não seja bem planejado. Estes passos para abrir uma empresa resumem o que deve ser feito para que o seu sonho tenha a maior possibilidade de êxito.

1o Passo – Descubra a área de atuação da sua empresa:

Existem algumas formas para concretizar esta etapa, mas as duas principais são: achar uma área pela qual você possui uma paixão e talvez experiência ou identificar uma falha no mercado na qual sua possível nova empresa poderia atuar. Este passo é essencial, pois é necessário deixar claro a função da sua empresa para que ela possa crescer no seu ramo de atuação.

2o Passo – Estude seu mercado de entrada:

Antes de abrir qualquer negócio é preciso definir a possibilidade de adentrar neste mercado. Para isso, é necessário que se estude o mercado e entenda a sua suscetibilidade para a entrada de nova empresas, pesquisando sobre a saturação do mercado ou áreas mal exploradas neste. Esse trabalho pode ser muito difícil de ser feito corretamente visto que, para que renda frutos, esta pesquisa deve ir muito além de simples pesquisas na internet, mas sim, analisar profundamente relatórios do mercado analisados para que se atinja planos de ação fundamentados para adentrar o mercado da melhor forma possível. Devido à dificuldade e complexidade de desempenhar este passo, empresas de consultoria e empresas juniores, por um preço mais acessível, são capazes de entregar projetos que concretizam este passo da melhor forma possível, trazendo uma maior transparência para um mercado inexplorado por um empreendedor que ainda busca abrir sua empresa.

 

O primeiros passos do seu negócio

3o Passo – Determine a viabilidade de sua empresa:

Definida a existência de uma lacuna no seu mercado de entrada para sua nova empresa, é preciso descobrir se sua empresa possui viabilidade financeira para ser aberta. Para que se responda esta pergunta é preciso explorar diversas premissas e pesquisar sobre o que é necessário para se abrir uma empresa no mercado escolhido. Nesta etapa se definem custos e despesas para abrir este negócio e um capital inicial e investimento aproximados para constituir e gerir a empresa. Este modelo criado a partir das premissas criadas e de pesquisa extensa sobre o mercado trará uma previsão dos retornos financeiros para que o empreendedor possa julgar se dispender o seu tempo neste novo empreendimento será produtivo. Ainda, será importante para compor um planejamento financeiro, algo muito importante para o crescimento sustentável de qualquer empresa. Determinar esta viabilidade não é uma tarefa fácil e para que seja feita de forma que renda resultados fundamentados, logo, procurar profissionais que possam fazer esse serviço é sempre algo positivo, pois trará uma maior segurança acerca do que for apresentado no relatório final.

4o Passo – Requerimentos registrais e documentais:

Como é de notório saber, o que não falta no Brasil é burocracia, dessa forma, para que se abra uma empresa, é necessário desempenhar diversos registros e licenças para ter um negócio regularizado e legal. Para que isso seja feito da melhor forma e condizente com o ordenamento jurídico, contratar um contador para que possa auxiliar nestas tarefas é muito importante. O contador será capaz de indicar o melhor regime tributário para enquadrar a empresa, baseado no estudo de viabilidade feito anteriormente e ajudar com a obtenção de alvarás requeridos para o funcionamento do negócio e com os registros da empresa. É importante também a contratação de um advogado para a feitura do contrato social, caso o empreendedor não tenha conhecimento sobre este documento, pois o profissional de direito será capaz de indicar o melhor tipo societário da empresa e criar um documento de constituição da empresa que seja capaz de amparar o crescimento da empresa e evitar problemas legais no futuro.

Observação: É importante destacar que muitos dos passos aqui explorados não são estritamente necessários para a constituição de uma empresa, mas muito importantes para que esta seja bem-sucedida. Se tratando de um país em que 1 a cada 4 empresas fecham antes de completar 2 anos de existência (relatório do Sebrae -Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), ter uma empresa estruturada com um plano de atuação e financeiro bem definido é um diferencial muito grande e que renderá fruto maiores do que uma empresa pouco estruturada, principalmente em um mercado tão competitivo. Dessa forma, condizer com estes passos pode ser a diferença para que seu sonho se concretize ou não.

Agora que você sabe os 4 passos para abrir uma empresa, clique aqui e entenda o que é Design Thinking e como isso pode te ajudar a resolver problemas

Vinicius Salomão, aluno de graduação em Direito pela Fundação Getulio Vargas.

Translate
×