FGV Jr.

7 considerações iniciais sobre uma startup

7-consideracoes-iniciais-sobre

7 dicas para abrir uma startup

Para entender as dicas para abrir uma startup, é importante primeiro saber o que são. Empresas startup são empresas inovadoras e jovens, que podem atuar em qualquer área de atividade.  Um empreendimento nesse molde tem algumas características marcantes: o modelo de negócios deve ser enxuto, repetível (capaz de entregar o mesmo produto novamente em escala potencialmente ilimitada) e escalável, por isso, é importante saber desde o início como executar essa tarefa desde o início.

1. O principal desafio de uma startup é identificar seu cliente perfeito. Primeiramente, você precisa saber exatamente o perfil de seu cliente para conseguir focar no que ele realmente precisa. Além disso, se você como empreendedor não gostar de seu cliente, dificilmente saberá lidar com ele, comprometendo o sucesso de sua startup.

2. Como levantar o capital necessário. Uma boa ideia não é suficiente para dar início a uma startup: é preciso dinheiro. Assim, caso os sócios não possuam a quantia necessária, podem recorrer a um empréstimo, lembrando sempre que com ele vêm responsabilidades (e juros). Outra opção para a parte financeira são investidores. Porém, deve-se lembrar que eles querem ver progresso e resultados. É preciso estar preparado para lidar com esse tipo de cobrança.

3. O público em potencial pode não demonstrar interesse em seu produto ou ideia.  Por isso, é importante que não sejam feitas apenas análises de mercados gerais, mas que haja uma conversa mais próxima com potenciais clientes para entender exatamente suas necessidades. Nesse sentido, é importante ter em mente que por melhor que seja sua ideia, não há como saber se ela vai gerar interesse antes de testá-la.

4. Atenção à clareza. Caso você não consiga que um amigo, parente ou colega explique com clareza seu negócio para outra pessoa, repense a divulgação da sua ideia. Nesse contexto, para que as pessoas se interessem e consigam transmitir e espalhar sua proposição de valor, ela deve ser clara e direta.

5. Começar e manter um negócio não é fácil. Todo empreendedor deve ter em mente que não há certeza de sucesso. Portanto, você deve estar preparado para bons e maus momentos e não deve ter medo de arriscar e fracassar. Logo, novas ideias são sempre bem-vindas em uma startup, desde que não se insista no erro comprovado.

6. Escolha bem sua equipe. Desde seus co-fundadores até seus funcionários, as pessoas que compõem a startup serão fundamentais para o desenvolvimento da sua startup. Por essa razão, não basta só apostar em pessoas inteligentes, é necessário também se preocupar com a coesão do grupo e com a diversificação das habilidades e pontos fortes dos membros da empresa.

7. Saiba onde manter seu foco. A necessidade de perfeição a todo custo pode ser uma grande inimiga para os empreendedores. Assim, em vez de se preocupar com pequenos detalhes, concentre suas forças em resolver e melhorar aquilo que realmente importa para o cliente ou que afeta o crescimento da sua startup. Problemas sempre surgirão mas muitos deles não serão merecedores de grande preocupação.

Após enteder as dicas para abrir uma startup, clique aqui e aprenda como organizar o caixa da sua empresa!

Translate
×