FGV Jr.

Plano Financeiro Empresarial: Entenda sua importância e como fazer

Construir um plano financeiro empresarial nunca é uma tarefa muito fácil. Isso requer esforço, uma boa base de dados e muita disciplina.

Ou seja, se você nunca fez isso antes, provavelmente encontrará alguns obstáculos ao longo do caminho.

Mas, como você verá a seguir, esse é um processo fundamental para o sucesso do seu negócio, portanto, não pode ser deixado de lado.

Um bom plano financeiro mantém você focado, no caminho certo conforme a empresa cresce e prepara seu negócio para novos desafios e quando surgem crises inesperadas. Ele ajuda você a se comunicar claramente com funcionários e investidores e a construir um negócio moderno e transparente.

Continue com a gente e descubra outras vantagens de ter um plano financeiro empresarial, assim como os passos para elaborar o seu.

O que é Planejamento Financeiro Empresarial?

Basicamente, o plano financeiro da sua empresa é a seção financeira do seu plano de negócios geral. Ele descreve os dados financeiros reais e as projeções para colocar o seu plano de negócios em prática.

Assim, necessariamente, o plano financeiro empresarial é voltado para o futuro. Embora você use números contábeis existentes (se já os tiver) e experiência para criar seu plano, não é simplesmente copiar/colar seus dados contábeis. Em vez disso, você analisa suas metas de negócios e define o nível de investimento que está disposto a fazer para atingir cada uma delas.

Mas isso não significa que os planos financeiros sejam apenas “inventados”. Na verdade, esta seção do seu plano de negócios é a que mais deve ser fundamentada na realidade.

A seção financeira de um plano de negócios, ou seja, o plano financeiro empresarial é um dos seus componentes mais essenciais, pois você precisará dela se tiver algum plano de conquistar investidores ou obter um empréstimo bancário.

E, ainda que você não precise de financiamento, você deve construir uma previsão financeira, simplesmente porque você precisa disso para garantir o sucesso na condução de seus negócios.

A importância do planejamento financeiro nas empresas

Que o planejamento financeiro é essencial para construir um negócio de sucesso, não é uma novidade para a maioria dos empresários.

Seu plano de negócios, incluindo a seção financeira, determina como você planeja desenvolver suas operações no próximo mês, trimestre, ano ou mais, dependendo de quão longe você planeja.

Ele inclui uma avaliação do ambiente de negócios, suas metas, recursos necessários para atingir essas metas, orçamentos de equipe e recursos e destaca os riscos que você pode enfrentar.

Embora você não possa garantir que tudo acontecerá exatamente como planejado, este exercício o prepara para o que está por vir.

Quando se trata do Plano Financeiro Empresarial, os benefícios individuais são ainda mais significativos. Basta dizer que, sem um plano financeiro claro, basicamente, você contará apenas com a sorte.

Confira alguns desses benefícios:

  • Maior clareza quanto aos objetivos da empresa;
  • Gestão mais eficiente do fluxo de caixa;
  • Alocação inteligente do orçamento;
  • Reduções de custo desnecessários;
  • Mitigação de riscos, ou seja, melhor administração das possíveis ameaças;
  • Gerenciamento de crise;
  • Maior facilidade na angariação de fundos;
  • Roteiro de crescimento bem definido ;
  • Transparência junto a funcionários e investidores.

De forma resumida podemos dizer que, com planejamento financeiro empresarial você vai conseguir usar os recursos disponíveis, principalmente os financeiros, da forma mais estratégica possível.

6 passos para criar seu Plano Financeiro Empresarial

Seu plano financeiro empresarial deve atuar como um sistema de alerta precoce. Ele é diferente de suas demonstrações financeiras porque, em vez de olhar para o que já aconteceu, você faz projeções para os próximos meses, prevendo receitas e despesas.

Suas projeções devem incluir advertências ou alertas antecipados, isso ajudará você a, por exemplo, planejar quedas de fluxo de caixa, identificar necessidades de financiamento e identificar o melhor momento para projetos.

Ele também deve fornecer ferramentas para monitorar suas finanças, permitindo que você avalie seu progresso e evite problemas rapidamente.

Segue seis etapas para criar seu plano financeiro:

1. Revise seu Plano Estratégico

O planejamento financeiro deve começar com o plano estratégico da sua empresa . Você deve pensar sobre o que deseja realizar no início de um novo ano e se fazer uma série de perguntas, tais como:

  • O negócio precisa expandir?;
  • Precisa de mais equipamentos?;
  • Precisa contratar mais funcionários?;
  • Precisa de outros novos recursos?;
  • Como o plano afetará o fluxo de caixa?;
  • Vai precisar de financiamento? Se sim, quanto custará?;

Em seguida, determine o impacto financeiro nos próximos 12 meses, incluindo gastos com grandes projetos.

2. Crie Projeções Financeiras

Elabore projeções financeiras,de preferência, mensais registrando sua receita antecipada com base nas previsões de vendas e despesas antecipadas com mão de obra, suprimentos e despesas gerais.

Para este trabalho, você pode usar um software de planilha simples ou ferramentas disponíveis nos softwares de contabilidade.Lembre-se que as vendas não devem ser convertidas em dinheiro imediatamente, mas quando você espera receber o pagamento com base na experiência anterior.

Prepare também uma demonstração de receita projetada (lucro e prejuízo) e uma projeção de balanço patrimonial. Pode ser útil incluir vários cenários como: mais prováveis, otimistas e pessimistas. Isso ajudará suas projeções a antecipar os impactos de cada um.

Também pode ser uma boa ideia consultar seu contador ao desenvolver suas projeções financeiras. Nesse caso, certifique-se de revisar o plano juntos, pois é você, e não seu contador, quem buscará financiamento e quem explicará o plano ao investidor ou outros interessados.

3. Determine as necessidade de financiamento

Use suas projeções financeiras para descrever suas necessidades de financiamento. Aborde seus parceiros financeiros com antecedência para discutir suas opções. Projeções bem preparadas ajudarão a garantir aos possíveis financiadores que sua gestão financeira é sólida.

4. Planeje as contingências

O que você faria se suas finanças de repente se depreciassem? É uma boa ideia ter fontes de dinheiro de emergência antes de precisar delas. As possibilidades incluem manter uma reserva de caixa ou manter muito espaço em sua linha de crédito.

5. Monitore

Ao longo do ano, compare os resultados reais com suas projeções para ver se você está no caminho certo ou se precisa fazer ajustes. O monitoramento ajuda a detectar problemas financeiros antes que eles saiam do controle.

6. Obtenha ajuda

Se você não tem experiência, considere contratar um especialista para ajudá-lo a montar seu plano financeiro.

A FGV Jr. disponibiliza diferentes materiais e serviços que podem te ajudar a elaborar seu Plano Financeiro Empresarial e impulsionar seu negócio. Visite nosso site e confira! Para acessar, basta clicar aqui!

Plano Financeiro Empresarial: Entenda sua importância e como fazer

Construir um plano financeiro empresarial nunca é uma tarefa muito fácil. Isso requer esforço, uma boa base de dados e muita disciplina.

Ou seja, se você nunca fez isso antes, provavelmente encontrará alguns obstáculos ao longo do caminho.

Mas, como você verá a seguir, esse é um processo fundamental para o sucesso do seu negócio, portanto, não pode ser deixado de lado.

Um bom plano financeiro mantém você focado, no caminho certo conforme a empresa cresce e prepara seu negócio para novos desafios e quando surgem crises inesperadas. Ele ajuda você a se comunicar claramente com funcionários e investidores e a construir um negócio moderno e transparente.

Continue com a gente e descubra outras vantagens de ter um plano financeiro empresarial, assim como os passos para elaborar o seu.

O que é Planejamento Financeiro Empresarial?

Basicamente, o plano financeiro da sua empresa é a seção financeira do seu plano de negócios geral. Ele descreve os dados financeiros reais e as projeções para colocar o seu plano de negócios em prática.

Assim, necessariamente, o plano financeiro empresarial é voltado para o futuro. Embora você use números contábeis existentes (se já os tiver) e experiência para criar seu plano, não é simplesmente copiar/colar seus dados contábeis. Em vez disso, você analisa suas metas de negócios e define o nível de investimento que está disposto a fazer para atingir cada uma delas.

Mas isso não significa que os planos financeiros sejam apenas “inventados”. Na verdade, esta seção do seu plano de negócios é a que mais deve ser fundamentada na realidade.

A seção financeira de um plano de negócios, ou seja, o plano financeiro empresarial é um dos seus componentes mais essenciais, pois você precisará dela se tiver algum plano de conquistar investidores ou obter um empréstimo bancário.

E, ainda que você não precise de financiamento, você deve construir uma previsão financeira, simplesmente porque você precisa disso para garantir o sucesso na condução de seus negócios.

A importância do planejamento financeiro nas empresas

Que o planejamento financeiro é essencial para construir um negócio de sucesso, não é uma novidade para a maioria dos empresários.

Seu plano de negócios, incluindo a seção financeira, determina como você planeja desenvolver suas operações no próximo mês, trimestre, ano ou mais, dependendo de quão longe você planeja.

Ele inclui uma avaliação do ambiente de negócios, suas metas, recursos necessários para atingir essas metas, orçamentos de equipe e recursos e destaca os riscos que você pode enfrentar.

Embora você não possa garantir que tudo acontecerá exatamente como planejado, este exercício o prepara para o que está por vir.

Quando se trata do Plano Financeiro Empresarial, os benefícios individuais são ainda mais significativos. Basta dizer que, sem um plano financeiro claro, basicamente, você contará apenas com a sorte.

Confira alguns desses benefícios:

  • Maior clareza quanto aos objetivos da empresa;
  • Gestão mais eficiente do fluxo de caixa;
  • Alocação inteligente do orçamento;
  • Reduções de custo desnecessários;
  • Mitigação de riscos, ou seja, melhor administração das possíveis ameaças;
  • Gerenciamento de crise;
  • Maior facilidade na angariação de fundos;
  • Roteiro de crescimento bem definido ;
  • Transparência junto a funcionários e investidores.

De forma resumida podemos dizer que, com planejamento financeiro empresarial você vai conseguir usar os recursos disponíveis, principalmente os financeiros, da forma mais estratégica possível.

6 passos para criar seu Plano Financeiro Empresarial

Seu plano financeiro empresarial deve atuar como um sistema de alerta precoce. Ele é diferente de suas demonstrações financeiras porque, em vez de olhar para o que já aconteceu, você faz projeções para os próximos meses, prevendo receitas e despesas.

Suas projeções devem incluir advertências ou alertas antecipados, isso ajudará você a, por exemplo, planejar quedas de fluxo de caixa, identificar necessidades de financiamento e identificar o melhor momento para projetos.

Ele também deve fornecer ferramentas para monitorar suas finanças, permitindo que você avalie seu progresso e evite problemas rapidamente.

Segue seis etapas para criar seu plano financeiro:

1. Revise seu Plano Estratégico

O planejamento financeiro deve começar com o plano estratégico da sua empresa . Você deve pensar sobre o que deseja realizar no início de um novo ano e se fazer uma série de perguntas, tais como:

  • O negócio precisa expandir?;
  • Precisa de mais equipamentos?;
  • Precisa contratar mais funcionários?;
  • Precisa de outros novos recursos?;
  • Como o plano afetará o fluxo de caixa?;
  • Vai precisar de financiamento? Se sim, quanto custará?;

Em seguida, determine o impacto financeiro nos próximos 12 meses, incluindo gastos com grandes projetos.

2. Crie Projeções Financeiras

Elabore projeções financeiras,de preferência, mensais registrando sua receita antecipada com base nas previsões de vendas e despesas antecipadas com mão de obra, suprimentos e despesas gerais.

Para este trabalho, você pode usar um software de planilha simples ou ferramentas disponíveis nos softwares de contabilidade.Lembre-se que as vendas não devem ser convertidas em dinheiro imediatamente, mas quando você espera receber o pagamento com base na experiência anterior.

Prepare também uma demonstração de receita projetada (lucro e prejuízo) e uma projeção de balanço patrimonial. Pode ser útil incluir vários cenários como: mais prováveis, otimistas e pessimistas. Isso ajudará suas projeções a antecipar os impactos de cada um.

Também pode ser uma boa ideia consultar seu contador ao desenvolver suas projeções financeiras. Nesse caso, certifique-se de revisar o plano juntos, pois é você, e não seu contador, quem buscará financiamento e quem explicará o plano ao investidor ou outros interessados.

3. Determine as necessidade de financiamento

Use suas projeções financeiras para descrever suas necessidades de financiamento. Aborde seus parceiros financeiros com antecedência para discutir suas opções. Projeções bem preparadas ajudarão a garantir aos possíveis financiadores que sua gestão financeira é sólida.

4. Planeje as contingências

O que você faria se suas finanças de repente se depreciassem? É uma boa ideia ter fontes de dinheiro de emergência antes de precisar delas. As possibilidades incluem manter uma reserva de caixa ou manter muito espaço em sua linha de crédito.

5. Monitore

Ao longo do ano, compare os resultados reais com suas projeções para ver se você está no caminho certo ou se precisa fazer ajustes. O monitoramento ajuda a detectar problemas financeiros antes que eles saiam do controle.

6. Obtenha ajuda

Se você não tem experiência, considere contratar um especialista para ajudá-lo a montar seu plano financeiro.

A FGV Jr. disponibiliza diferentes materiais e serviços que podem te ajudar a elaborar seu Plano Financeiro Empresarial e impulsionar seu negócio. Visite nosso site e confira! Para acessar, basta clicar aqui!

Plano Financeiro Empresarial: Entenda sua importância e como fazer

Construir um plano financeiro empresarial nunca é uma tarefa muito fácil. Isso requer esforço, uma boa base de dados e muita disciplina.

Ou seja, se você nunca fez isso antes, provavelmente encontrará alguns obstáculos ao longo do caminho.

Mas, como você verá a seguir, esse é um processo fundamental para o sucesso do seu negócio, portanto, não pode ser deixado de lado.

Um bom plano financeiro mantém você focado, no caminho certo conforme a empresa cresce e prepara seu negócio para novos desafios e quando surgem crises inesperadas. Ele ajuda você a se comunicar claramente com funcionários e investidores e a construir um negócio moderno e transparente.

Continue com a gente e descubra outras vantagens de ter um plano financeiro empresarial, assim como os passos para elaborar o seu.

O que é Planejamento Financeiro Empresarial?

Basicamente, o plano financeiro da sua empresa é a seção financeira do seu plano de negócios geral. Ele descreve os dados financeiros reais e as projeções para colocar o seu plano de negócios em prática.

Assim, necessariamente, o plano financeiro empresarial é voltado para o futuro. Embora você use números contábeis existentes (se já os tiver) e experiência para criar seu plano, não é simplesmente copiar/colar seus dados contábeis. Em vez disso, você analisa suas metas de negócios e define o nível de investimento que está disposto a fazer para atingir cada uma delas.

Mas isso não significa que os planos financeiros sejam apenas “inventados”. Na verdade, esta seção do seu plano de negócios é a que mais deve ser fundamentada na realidade.

A seção financeira de um plano de negócios, ou seja, o plano financeiro empresarial é um dos seus componentes mais essenciais, pois você precisará dela se tiver algum plano de conquistar investidores ou obter um empréstimo bancário.

E, ainda que você não precise de financiamento, você deve construir uma previsão financeira, simplesmente porque você precisa disso para garantir o sucesso na condução de seus negócios.

A importância do planejamento financeiro nas empresas

Que o planejamento financeiro é essencial para construir um negócio de sucesso, não é uma novidade para a maioria dos empresários.

Seu plano de negócios, incluindo a seção financeira, determina como você planeja desenvolver suas operações no próximo mês, trimestre, ano ou mais, dependendo de quão longe você planeja.

Ele inclui uma avaliação do ambiente de negócios, suas metas, recursos necessários para atingir essas metas, orçamentos de equipe e recursos e destaca os riscos que você pode enfrentar.

Embora você não possa garantir que tudo acontecerá exatamente como planejado, este exercício o prepara para o que está por vir.

Quando se trata do Plano Financeiro Empresarial, os benefícios individuais são ainda mais significativos. Basta dizer que, sem um plano financeiro claro, basicamente, você contará apenas com a sorte.

Confira alguns desses benefícios:

  • Maior clareza quanto aos objetivos da empresa;
  • Gestão mais eficiente do fluxo de caixa;
  • Alocação inteligente do orçamento;
  • Reduções de custo desnecessários;
  • Mitigação de riscos, ou seja, melhor administração das possíveis ameaças;
  • Gerenciamento de crise;
  • Maior facilidade na angariação de fundos;
  • Roteiro de crescimento bem definido ;
  • Transparência junto a funcionários e investidores.

De forma resumida podemos dizer que, com planejamento financeiro empresarial você vai conseguir usar os recursos disponíveis, principalmente os financeiros, da forma mais estratégica possível.

6 passos para criar seu Plano Financeiro Empresarial

Seu plano financeiro empresarial deve atuar como um sistema de alerta precoce. Ele é diferente de suas demonstrações financeiras porque, em vez de olhar para o que já aconteceu, você faz projeções para os próximos meses, prevendo receitas e despesas.

Suas projeções devem incluir advertências ou alertas antecipados, isso ajudará você a, por exemplo, planejar quedas de fluxo de caixa, identificar necessidades de financiamento e identificar o melhor momento para projetos.

Ele também deve fornecer ferramentas para monitorar suas finanças, permitindo que você avalie seu progresso e evite problemas rapidamente.

Segue seis etapas para criar seu plano financeiro:

1. Revise seu Plano Estratégico

O planejamento financeiro deve começar com o plano estratégico da sua empresa . Você deve pensar sobre o que deseja realizar no início de um novo ano e se fazer uma série de perguntas, tais como:

  • O negócio precisa expandir?;
  • Precisa de mais equipamentos?;
  • Precisa contratar mais funcionários?;
  • Precisa de outros novos recursos?;
  • Como o plano afetará o fluxo de caixa?;
  • Vai precisar de financiamento? Se sim, quanto custará?;

Em seguida, determine o impacto financeiro nos próximos 12 meses, incluindo gastos com grandes projetos.

2. Crie Projeções Financeiras

Elabore projeções financeiras,de preferência, mensais registrando sua receita antecipada com base nas previsões de vendas e despesas antecipadas com mão de obra, suprimentos e despesas gerais.

Para este trabalho, você pode usar um software de planilha simples ou ferramentas disponíveis nos softwares de contabilidade.Lembre-se que as vendas não devem ser convertidas em dinheiro imediatamente, mas quando você espera receber o pagamento com base na experiência anterior.

Prepare também uma demonstração de receita projetada (lucro e prejuízo) e uma projeção de balanço patrimonial. Pode ser útil incluir vários cenários como: mais prováveis, otimistas e pessimistas. Isso ajudará suas projeções a antecipar os impactos de cada um.

Também pode ser uma boa ideia consultar seu contador ao desenvolver suas projeções financeiras. Nesse caso, certifique-se de revisar o plano juntos, pois é você, e não seu contador, quem buscará financiamento e quem explicará o plano ao investidor ou outros interessados.

3. Determine as necessidade de financiamento

Use suas projeções financeiras para descrever suas necessidades de financiamento. Aborde seus parceiros financeiros com antecedência para discutir suas opções. Projeções bem preparadas ajudarão a garantir aos possíveis financiadores que sua gestão financeira é sólida.

4. Planeje as contingências

O que você faria se suas finanças de repente se depreciassem? É uma boa ideia ter fontes de dinheiro de emergência antes de precisar delas. As possibilidades incluem manter uma reserva de caixa ou manter muito espaço em sua linha de crédito.

5. Monitore

Ao longo do ano, compare os resultados reais com suas projeções para ver se você está no caminho certo ou se precisa fazer ajustes. O monitoramento ajuda a detectar problemas financeiros antes que eles saiam do controle.

6. Obtenha ajuda

Se você não tem experiência, considere contratar um especialista para ajudá-lo a montar seu plano financeiro.

A FGV Jr. disponibiliza diferentes materiais e serviços que podem te ajudar a elaborar seu Plano Financeiro Empresarial e impulsionar seu negócio. Visite nosso site e confira! Para acessar, basta clicar aqui!

Se você não tem experiência, considere contratar um especialista para ajudá-lo a montar seu plano financeiro.

Gostou desse conteúdo?

Veja como fazemos projetos com esse tema

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Translate
×