FGV Jr.

Análise de Mercados e Projeção de Cenários: O que é? Como Fazer?

Análise de Mercado e Projeções de Cenários são importantes ferramentas para promover uma administração mais estratégica e racionalizada do seu negócio.

A gestão estratégica de uma empresa é sempre um processo contínuo e dinâmico. Isso porque, todo negócio é influenciado por condições ambientais internas e externas que estão sempre mudando. Assim, se as condições ambientais mudam, as estratégias da empresa também têm que ser constantemente avaliadas e ajustadas.

A Análise de Mercado e a Projeções de Cenários são meios de avaliar esses fatores ambientais que influenciam direta ou indiretamente no funcionamento de uma empresa. Tais como, necessidades de investimentos, potencial de lucros, concorrência e também os contextos político, econômico, tecnológico, entre outros.

Confira agora o que é cada um desses conceitos e como aplicá-los ao seu negócio!

O que é Análise de Mercado?

A Análise de Mercado é um estudo a partir do qual se busca avaliar se um mercado específico é atrativo ou não para o seu negócio. É uma etapa que pode ser determinante tanto para a criação quanto para a expansão de uma empresa.

Também conhecida como Análise Mercadológica, ela visa avaliar o mercado atual ou observar novos mercados, identificando fatores, condições e características que demonstram o quão o cenário é atrativo para determinada empresa.

Nesse processo, existem alguns fatores que devem ser considerados para uma análise de mercado bem-sucedida.

Confira alguns fatores que são essenciais ao realizar uma análise mercadológica:

O que considerar em uma análise de mercado?

Existem algumas ferramentas que auxiliam em uma análise de mercado mais genérica, a exemplo da Análise SWOT, que avalia o ambiente interno (forças e fraquezas) e ambiente externo (oportunidades e ameaças).

Contudo, para uma avaliação mais detalhada, é preciso considerar outros fatores, como:

  • Urgência das soluções oferecidas pela sua empresa;
  • Tamanho do mercado
  • Potencial de precificação
  • Custo de aquisição de clientes
  • Custo da entrega do valor
  • Exclusividade da oferta
  • Velocidade de entrada no mercado
  • Investimento inicial
  • Potencial de venda de produtos secundários
  • Potencial de lucro perene

Para determinar o quanto o mercado é promissor, cada item acima deve receber uma  nota 0 a 10 no quesito atratividade, podendo ir de nada atrativo a altamente atrativo.

O que é Projeção de Cenários?

A Análise de Cenários é uma  metodologia difundida que vem sendo bastante disseminada  por estudos e consultorias que passou a ser amplamente utilizada como ferramenta de gestão, especificamente na orientação do planejamento estratégico.

O principal objetivo da projeção de cenários é a previsão do ambiente, ou seja, analisar os contextos interno e externo da empresa. Essa avaliação do ambiente deve ser feita por meio de um método estruturado para imaginar futuros possíveis.

A partir das variáveis analisadas, a empresa tem uma visão holística do cenário atual, o que permite uma tomada de decisão mais embasada, fundamentada para a atuação futura. Ou seja, não se trata de prever o futuro, mas identificar as variáveis que podem se tornar realidade a médio e longo prazo.

Com isso, a empresa se prepara melhor para um maior número de possibilidades,tornando o processo decisório mais racionalizado e evitando que as decisões sejam tomadas de forma impulsiva, o que pode acarretar prejuízos para a organização.

Os cenários que podem ser projetados

Não há uma regra específica para elaboração de cenários, a empresa pode elaborar quantos e quais quiser, porém os comumente vistos no mercado são os otimista e pessimista.

Cenário otimista

O crescimento projetado para a empresa vai além do esperado inicialmente, o que  pode ser resultado de um aumento do volume de vendas, mudanças nos hábitos de consumo dos clientes ou nas necessidades do mercado.

Nessa previsão,  a empresa precisa se preparar para atender uma alta demanda, planejando alterações  no estoque, capacidade produtiva, qualidade dos produtos ou serviços entregues.

Cenário pessimista

Nesse tipo de previsão  há uma piora nos resultados da empresa, Geralmente, esse cenário está relacionado à redução nas vendas, aumento dos custos de produção, queda na produção, mudanças em fatores político-legais, entre outras variáveis externas que impactem negativamente o negócio.

Ao desenhar um cenário pessimista, os administradores  deverão pensar alternativas que permitam a sobrevivência do negócio, além de recuperar a baixa nos resultados.

Cenário Realista

Esse cenário é tido como uma previsão “mais pé no chão”, uma vez que aponta para fatores próximos do que já acontece normalmente no seu negócio. Deve-se prestar atenção para que este cenário não provoque comodismo ao se planejar .

Cada cenário deve ser pensado de forma crítica, avaliando os impactos de cada decisão no contexto geral.

Como fazer Análise de Mercados e Projeção de Cenários?

Tanto a Análise de Mercados como a Projeção de Cenários, devem ser bem estruturadas para mostrar, de forma assertiva, as condições atuais do contexto no qual a empresa está inserida, assim como apontar as possíveis soluções para os problemas identificados.

Além disso, os gestores devem estar cientes que todo seu planejamento estratégico deve ser fundamentado nessas avaliações. Para que os cenários apontados sejam os mais realistas possível é essencial fazer uso de ferramentas bem estruturadas e já testadas.

Conheça algumas delas: 

Análise de SWOT

A Matriz SWOT é uma das ferramentas estratégicas mais usadas pelas empresas e que funciona tanto para Análise de Mercados como para Projeção de Cenários. Isso porque, com ela é possível avaliar os fatores ambientais internos e externos.  

A análise se baseia, então, em duas áreas principais:

  • Ambiente interno: Forças e Fraquezas – se refere aos fatores que a empresa pode controlar, podendo combater as fraquezas e potencializar as forças
  • Ambiente externo: Oportunidades e Ameaças – se refere aos fatores que não dependem da empresa, ou seja, não há controle direto sobre eles por parte da empresa.

Assim, tendo noção desses pontos, um negócio pode aproveitar as oportunidades e diminuir as ameaças.

5 Forças de Porter

Essa ferramenta analisa o cenário baseando-se em um conjunto de suposições plausíveis sobre as incertezas importantes que, de alguma forma, poderiam influenciar a estrutura de um setor e consequentemente, da empresa. É formada pelas cinco forças competitivas:

  • Possibilidade de entrada de novos concorrentes;
  • Rivalidade entre as empresas;
  • Ameaça de produtos substitutos;
  • Poder de negociação dos clientes e;
  • Poder de barganha dos fornecedores.

Esse método, aponta que para lidar com os riscos, quatro aspectos devem

ser contemplados: definição do cenário mais interessante de acordo com a posição

competitiva inicial, importância e vantagens de ser o first-mover, atenção aos custos e recursos necessários e análise das escolhas esperadas dos concorrentes.

Análise Pestel

É uma ferramenta focada no ambiente externo da sua empresa, o nome vem das iniciais de cada contexto que deve ser analisado para compor o cenário:

  • Político
  • Econômico
  • Social
  • Tecnológico
  • Ecológico
  • Legais

O mais indicado é que essa ferramenta seja utilizada em conjunto com a Matriz Swot, focando nas ameaças e nas oportunidades de cada um dos contextos, por se tratarem de fatores externos.

Para saber mais sobre Análise de Mercados e Projeção de Cenários e outros conteúdos da área, acesse o nosso e-book gratuito sobre marketing digital, basta clicar aqui e conhecer várias estratégias para impulsionar seu negócio

Análise de Mercados e Projeção de Cenários: O que é? Como Fazer?

Análise de Mercado e Projeções de Cenários são importantes ferramentas para promover uma administração mais estratégica e racionalizada do seu negócio.

A gestão estratégica de uma empresa é sempre um processo contínuo e dinâmico. Isso porque, todo negócio é influenciado por condições ambientais internas e externas que estão sempre mudando. Assim, se as condições ambientais mudam, as estratégias da empresa também têm que ser constantemente avaliadas e ajustadas.

A Análise de Mercado e a Projeções de Cenários são meios de avaliar esses fatores ambientais que influenciam direta ou indiretamente no funcionamento de uma empresa. Tais como, necessidades de investimentos, potencial de lucros, concorrência e também os contextos político, econômico, tecnológico, entre outros.

Confira agora o que é cada um desses conceitos e como aplicá-los ao seu negócio!

O que é Análise de Mercado?

A Análise de Mercado é um estudo a partir do qual se busca avaliar se um mercado específico é atrativo ou não para o seu negócio. É uma etapa que pode ser determinante tanto para a criação quanto para a expansão de uma empresa.

Também conhecida como Análise Mercadológica, ela visa avaliar o mercado atual ou observar novos mercados, identificando fatores, condições e características que demonstram o quão o cenário é atrativo para determinada empresa.

Nesse processo, existem alguns fatores que devem ser considerados para uma análise de mercado bem-sucedida.

Confira alguns fatores que são essenciais ao realizar uma análise mercadológica:

O que considerar em uma análise de mercado?

Existem algumas ferramentas que auxiliam em uma análise de mercado mais genérica, a exemplo da Análise SWOT, que avalia o ambiente interno (forças e fraquezas) e ambiente externo (oportunidades e ameaças).

Contudo, para uma avaliação mais detalhada, é preciso considerar outros fatores, como:

  • Urgência das soluções oferecidas pela sua empresa;
  • Tamanho do mercado
  • Potencial de precificação
  • Custo de aquisição de clientes
  • Custo da entrega do valor
  • Exclusividade da oferta
  • Velocidade de entrada no mercado
  • Investimento inicial
  • Potencial de venda de produtos secundários
  • Potencial de lucro perene

Para determinar o quanto o mercado é promissor, cada item acima deve receber uma  nota 0 a 10 no quesito atratividade, podendo ir de nada atrativo a altamente atrativo.

O que é Projeção de Cenários?

A Análise de Cenários é uma  metodologia difundida que vem sendo bastante disseminada  por estudos e consultorias que passou a ser amplamente utilizada como ferramenta de gestão, especificamente na orientação do planejamento estratégico.

O principal objetivo da projeção de cenários é a previsão do ambiente, ou seja, analisar os contextos interno e externo da empresa. Essa avaliação do ambiente deve ser feita por meio de um método estruturado para imaginar futuros possíveis.

A partir das variáveis analisadas, a empresa tem uma visão holística do cenário atual, o que permite uma tomada de decisão mais embasada, fundamentada para a atuação futura. Ou seja, não se trata de prever o futuro, mas identificar as variáveis que podem se tornar realidade a médio e longo prazo.

Com isso, a empresa se prepara melhor para um maior número de possibilidades,tornando o processo decisório mais racionalizado e evitando que as decisões sejam tomadas de forma impulsiva, o que pode acarretar prejuízos para a organização.

Os cenários que podem ser projetados

Não há uma regra específica para elaboração de cenários, a empresa pode elaborar quantos e quais quiser, porém os comumente vistos no mercado são os otimista e pessimista.

Cenário otimista

O crescimento projetado para a empresa vai além do esperado inicialmente, o que  pode ser resultado de um aumento do volume de vendas, mudanças nos hábitos de consumo dos clientes ou nas necessidades do mercado.

Nessa previsão,  a empresa precisa se preparar para atender uma alta demanda, planejando alterações  no estoque, capacidade produtiva, qualidade dos produtos ou serviços entregues.

Cenário pessimista

Nesse tipo de previsão  há uma piora nos resultados da empresa, Geralmente, esse cenário está relacionado à redução nas vendas, aumento dos custos de produção, queda na produção, mudanças em fatores político-legais, entre outras variáveis externas que impactem negativamente o negócio.

Ao desenhar um cenário pessimista, os administradores  deverão pensar alternativas que permitam a sobrevivência do negócio, além de recuperar a baixa nos resultados.

Cenário Realista

Esse cenário é tido como uma previsão “mais pé no chão”, uma vez que aponta para fatores próximos do que já acontece normalmente no seu negócio. Deve-se prestar atenção para que este cenário não provoque comodismo ao se planejar .

Cada cenário deve ser pensado de forma crítica, avaliando os impactos de cada decisão no contexto geral.

Como fazer Análise de Mercados e Projeção de Cenários?

Tanto a Análise de Mercados como a Projeção de Cenários, devem ser bem estruturadas para mostrar, de forma assertiva, as condições atuais do contexto no qual a empresa está inserida, assim como apontar as possíveis soluções para os problemas identificados.

Além disso, os gestores devem estar cientes que todo seu planejamento estratégico deve ser fundamentado nessas avaliações. Para que os cenários apontados sejam os mais realistas possível é essencial fazer uso de ferramentas bem estruturadas e já testadas.

Conheça algumas delas: 

Análise de SWOT

A Matriz SWOT é uma das ferramentas estratégicas mais usadas pelas empresas e que funciona tanto para Análise de Mercados como para Projeção de Cenários. Isso porque, com ela é possível avaliar os fatores ambientais internos e externos.  

A análise se baseia, então, em duas áreas principais:

  • Ambiente interno: Forças e Fraquezas – se refere aos fatores que a empresa pode controlar, podendo combater as fraquezas e potencializar as forças
  • Ambiente externo: Oportunidades e Ameaças – se refere aos fatores que não dependem da empresa, ou seja, não há controle direto sobre eles por parte da empresa.

Assim, tendo noção desses pontos, um negócio pode aproveitar as oportunidades e diminuir as ameaças.

5 Forças de Porter

Essa ferramenta analisa o cenário baseando-se em um conjunto de suposições plausíveis sobre as incertezas importantes que, de alguma forma, poderiam influenciar a estrutura de um setor e consequentemente, da empresa. É formada pelas cinco forças competitivas:

  • Possibilidade de entrada de novos concorrentes;
  • Rivalidade entre as empresas;
  • Ameaça de produtos substitutos;
  • Poder de negociação dos clientes e;
  • Poder de barganha dos fornecedores.

Esse método, aponta que para lidar com os riscos, quatro aspectos devem

ser contemplados: definição do cenário mais interessante de acordo com a posição

competitiva inicial, importância e vantagens de ser o first-mover, atenção aos custos e recursos necessários e análise das escolhas esperadas dos concorrentes.

Análise Pestel

É uma ferramenta focada no ambiente externo da sua empresa, o nome vem das iniciais de cada contexto que deve ser analisado para compor o cenário:

  • Político
  • Econômico
  • Social
  • Tecnológico
  • Ecológico
  • Legais

O mais indicado é que essa ferramenta seja utilizada em conjunto com a Matriz Swot, focando nas ameaças e nas oportunidades de cada um dos contextos, por se tratarem de fatores externos.

Para saber mais sobre Análise de Mercados e Projeção de Cenários e outros conteúdos da área, acesse o nosso e-book gratuito sobre marketing digital, basta clicar aqui e conhecer várias estratégias para impulsionar seu negócio

Análise de Mercados e Projeção de Cenários: O que é? Como Fazer?

Análise de Mercado e Projeções de Cenários são importantes ferramentas para promover uma administração mais estratégica e racionalizada do seu negócio.

A gestão estratégica de uma empresa é sempre um processo contínuo e dinâmico. Isso porque, todo negócio é influenciado por condições ambientais internas e externas que estão sempre mudando. Assim, se as condições ambientais mudam, as estratégias da empresa também têm que ser constantemente avaliadas e ajustadas.

A Análise de Mercado e a Projeções de Cenários são meios de avaliar esses fatores ambientais que influenciam direta ou indiretamente no funcionamento de uma empresa. Tais como, necessidades de investimentos, potencial de lucros, concorrência e também os contextos político, econômico, tecnológico, entre outros.

Confira agora o que é cada um desses conceitos e como aplicá-los ao seu negócio!

O que é Análise de Mercado?

A Análise de Mercado é um estudo a partir do qual se busca avaliar se um mercado específico é atrativo ou não para o seu negócio. É uma etapa que pode ser determinante tanto para a criação quanto para a expansão de uma empresa.

Também conhecida como Análise Mercadológica, ela visa avaliar o mercado atual ou observar novos mercados, identificando fatores, condições e características que demonstram o quão o cenário é atrativo para determinada empresa.

Nesse processo, existem alguns fatores que devem ser considerados para uma análise de mercado bem-sucedida.

Confira alguns fatores que são essenciais ao realizar uma análise mercadológica:

O que considerar em uma análise de mercado?

Existem algumas ferramentas que auxiliam em uma análise de mercado mais genérica, a exemplo da Análise SWOT, que avalia o ambiente interno (forças e fraquezas) e ambiente externo (oportunidades e ameaças).

Contudo, para uma avaliação mais detalhada, é preciso considerar outros fatores, como:

  • Urgência das soluções oferecidas pela sua empresa;
  • Tamanho do mercado
  • Potencial de precificação
  • Custo de aquisição de clientes
  • Custo da entrega do valor
  • Exclusividade da oferta
  • Velocidade de entrada no mercado
  • Investimento inicial
  • Potencial de venda de produtos secundários
  • Potencial de lucro perene

Para determinar o quanto o mercado é promissor, cada item acima deve receber uma  nota 0 a 10 no quesito atratividade, podendo ir de nada atrativo a altamente atrativo.

O que é Projeção de Cenários?

A Análise de Cenários é uma  metodologia difundida que vem sendo bastante disseminada  por estudos e consultorias que passou a ser amplamente utilizada como ferramenta de gestão, especificamente na orientação do planejamento estratégico.

O principal objetivo da projeção de cenários é a previsão do ambiente, ou seja, analisar os contextos interno e externo da empresa. Essa avaliação do ambiente deve ser feita por meio de um método estruturado para imaginar futuros possíveis.

A partir das variáveis analisadas, a empresa tem uma visão holística do cenário atual, o que permite uma tomada de decisão mais embasada, fundamentada para a atuação futura. Ou seja, não se trata de prever o futuro, mas identificar as variáveis que podem se tornar realidade a médio e longo prazo.

Com isso, a empresa se prepara melhor para um maior número de possibilidades,tornando o processo decisório mais racionalizado e evitando que as decisões sejam tomadas de forma impulsiva, o que pode acarretar prejuízos para a organização.

Os cenários que podem ser projetados

Não há uma regra específica para elaboração de cenários, a empresa pode elaborar quantos e quais quiser, porém os comumente vistos no mercado são os otimista e pessimista.

Cenário otimista

O crescimento projetado para a empresa vai além do esperado inicialmente, o que  pode ser resultado de um aumento do volume de vendas, mudanças nos hábitos de consumo dos clientes ou nas necessidades do mercado.

Nessa previsão,  a empresa precisa se preparar para atender uma alta demanda, planejando alterações  no estoque, capacidade produtiva, qualidade dos produtos ou serviços entregues.

Cenário pessimista

Nesse tipo de previsão  há uma piora nos resultados da empresa, Geralmente, esse cenário está relacionado à redução nas vendas, aumento dos custos de produção, queda na produção, mudanças em fatores político-legais, entre outras variáveis externas que impactem negativamente o negócio.

Ao desenhar um cenário pessimista, os administradores  deverão pensar alternativas que permitam a sobrevivência do negócio, além de recuperar a baixa nos resultados.

Cenário Realista

Esse cenário é tido como uma previsão “mais pé no chão”, uma vez que aponta para fatores próximos do que já acontece normalmente no seu negócio. Deve-se prestar atenção para que este cenário não provoque comodismo ao se planejar .

Cada cenário deve ser pensado de forma crítica, avaliando os impactos de cada decisão no contexto geral.

Como fazer Análise de Mercados e Projeção de Cenários?

Tanto a Análise de Mercados como a Projeção de Cenários, devem ser bem estruturadas para mostrar, de forma assertiva, as condições atuais do contexto no qual a empresa está inserida, assim como apontar as possíveis soluções para os problemas identificados.

Além disso, os gestores devem estar cientes que todo seu planejamento estratégico deve ser fundamentado nessas avaliações. Para que os cenários apontados sejam os mais realistas possível é essencial fazer uso de ferramentas bem estruturadas e já testadas.

Conheça algumas delas: 

Análise de SWOT

A Matriz SWOT é uma das ferramentas estratégicas mais usadas pelas empresas e que funciona tanto para Análise de Mercados como para Projeção de Cenários. Isso porque, com ela é possível avaliar os fatores ambientais internos e externos.  

A análise se baseia, então, em duas áreas principais:

  • Ambiente interno: Forças e Fraquezas – se refere aos fatores que a empresa pode controlar, podendo combater as fraquezas e potencializar as forças
  • Ambiente externo: Oportunidades e Ameaças – se refere aos fatores que não dependem da empresa, ou seja, não há controle direto sobre eles por parte da empresa.

Assim, tendo noção desses pontos, um negócio pode aproveitar as oportunidades e diminuir as ameaças.

5 Forças de Porter

Essa ferramenta analisa o cenário baseando-se em um conjunto de suposições plausíveis sobre as incertezas importantes que, de alguma forma, poderiam influenciar a estrutura de um setor e consequentemente, da empresa. É formada pelas cinco forças competitivas:

  • Possibilidade de entrada de novos concorrentes;
  • Rivalidade entre as empresas;
  • Ameaça de produtos substitutos;
  • Poder de negociação dos clientes e;
  • Poder de barganha dos fornecedores.

Esse método, aponta que para lidar com os riscos, quatro aspectos devem

ser contemplados: definição do cenário mais interessante de acordo com a posição

competitiva inicial, importância e vantagens de ser o first-mover, atenção aos custos e recursos necessários e análise das escolhas esperadas dos concorrentes.

Análise Pestel

É uma ferramenta focada no ambiente externo da sua empresa, o nome vem das iniciais de cada contexto que deve ser analisado para compor o cenário:

  • Político
  • Econômico
  • Social
  • Tecnológico
  • Ecológico
  • Legais

O mais indicado é que essa ferramenta seja utilizada em conjunto com a Matriz Swot, focando nas ameaças e nas oportunidades de cada um dos contextos, por se tratarem de fatores externos.

Para saber mais sobre Análise de Mercados e Projeção de Cenários e outros conteúdos da área, acesse o nosso e-book gratuito sobre marketing digital, basta clicar aqui e conhecer várias estratégias para impulsionar seu negócio

Gostou desse conteúdo?

Veja como fazemos projetos com esse tema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate
×